30.6.03

Motivos de esperança

Em Israel a Paz avança com tréguas e entrega de colonatos. Já há muito que não se ouviam boas novas dessas bandas.

Aqui mesmo ao lado o Paí­s Basco procura uma solução nacionalista basca, vamos ver no que dá. Pelo menos a ETA não tem actuado o que é sempre um bom sinal.

Afinal as declarações do Papa sobre a Constituição Europeia são bastante moderadas. Há quem queira ser mais papista do que o Papa.

No Iraque começou a resistência de um povo invadido sem razão válida, afinal não havia armas de destruição maciça (Alguém me pode explicar o que são armas de destruição massiva, tem alguma coisa a ver com "pasta" italiana. Isto de traduzir "massive" por massiva não me parece muito correcto parece-me que é mais correcto maciça. Alguém das Letras me pode dizer se a palavra massiva existe em Português ???)

Por cá começa-se a implementar a Reforma da Função Pública, com critérios baseados no mérito e na eficiência. Vamos ver como é que acaba.

29.6.03

Ditadura argentina no banco dos réus

História começou a ser feita, este domingo. Um dos mais sanguinários militares dos anos de chumbo da Argentina está sob jurisdição de juízes espanhóis (a notícia aqui). Por cá, o habitual desleixo e deixa-andar das nossas instituições - Governo e Presidência da República - ía dando em medalhinha para um ex-PIDE! (a notícia também aqui).

27.6.03

Marte também mete água...

Não queria deixar a deixa do Zé Salvado cair sem meter a minha colher por isso... aqui fica a ultima novidade vinda directamente de Marte. Afinal O Planeta vermelho pouco difere da CiberTulia... é agua por todos os lados. E como é sexta-feira, mal acabe de publicar este BLOG, vou beber... um fino. (Também tem água... acho eu...)

Prémio cientifico.
O Publico noticia: "[...] o júri decidiu atribuir o Prémio Científico IBM 2002 ao trabalho “Identificação Cega de Canais com Múltiplas Entradas e Múltiplas Saídas Baseada em Estatísticas de 2ª Ordem e Fontes Coloridas: Teoria, Algoritmos e Análise de Desempenho”, da autoria de João Manuel de Freitas Xavier [...]"
Só o titulo merece o prémio! Isto se eu fosse do juri...
Se o João Xavier (Doutorado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pelo IST) for como eu terá tido mais dificuldade em dar titulo ao trabalho do que a desenvolve-lo. Já agora o trabalho, na pratica, "[...] foi desenvolvido na área das Comunicações Móveis, com base na previsível necessidade de expansão da actual capacidade das redes."
Ah, bom. Percebe-se melhor. E, palhaçada à parte, sauda-se.

www.Vá.Para.Fora.Cá.Dentro.pt/Rir_É_O_Melhor_Remédio
http://www.coiso.net/
http://www.inepcia.com/
http://www.o-moralista.pt/


Cartoons
Razoes para uma guerra.

26.6.03

RESPONSÁVEIS

O Pacheco Pereira diz que somos [portugueses] responsáveis pelo Iraque. Concordo: depois de termos apoiado a devastação do país devemos apoiar a sua ocupação. E há outras responsabilidades, que devemos assumir, a começar por Pacheco Pereira (que já hoje exige um esclarecimento cabal sobre as armas de destruição massiva) e outros, que assentaram as suas convicções em mentiras: «Assessor de Blair admite erro em "dossier" sobre armas», diz uma notícia hoje. (E não venham dizer que a tradução induz em erro.)
Mas há mais uma notícia reveladora do espírito dos novos libertadores-conquistadores: «Iraquianos impedidos de ver goleada da sua equipa aos EUA. Iraque derrotou os EUA num jogo de futebol "amigável" por estrondosos 11-0. Os iraquianos foram impedidos de ver o jogo por "questões de segurança"».

25.6.03

EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO

Há vários dias que cá não vinha... isto das semanas com feriados e pontes tem destas coisas.
Mas a minha visita de hoje, valeu a pena! Muitas novidades e assuntos interessantes para comentar!

Antes de mais nada, parabéns à  Mónica e ao Paulo por porem neste mundo mais um ser humano, desta feita do género feminino, ajudando, assim, por um lado, a combater a crise demográfica e, por outro, a conferir mais e mais diversidade a este mundo que cada vez parece mais igual! Sê benvinda Júlia!

Aproveito também para saudar os mais habituais do blog: o Miguel Marujo, o Zé Manuel Salvado e o José Saraiva. É bom ter notícias vossas, ainda que seja só por olhar o mundo através dos vossos olhos! Gostava de vir cá mais vezes, para ir comentando os vossos comentários e discutindo as vossas opiniões. Prometo que vou tentar!

Tenho pena, principalmente, de não ter lido em tempo útil o comentário do Zé Salvado sobre o "cristianismo, europa e constituições". Até por vir no seguimento do meu próprio comentário sobre esse assunto.
Deixai-me esclarecer, homens de deus, que nunca pela minha singela mente passou a ideia de defender a exclusividade do cristianismo na construção da matriz cultural da Europa. Nunca! Mértola é parte da Europa, assim como Córdova e a Alhambra de Granada, o sul de Itália, a Bulgária, a Turquia e a Bósnia. E Alfama e Marselha e muitos outros bairros e cidades por essa Europa fora espalhados. Uns eu conheço e outros gostava de conhecer.
De qualquer forma, negar que o mainstream da matriz cultural europeia fica a dever à  tradição cristã é negar o óbvio. Se isso é ou não suficiente para justificar a inclusão dessa referência no preâmbulo da constituição europeia, já não é tão óbvio. Pelo menos para mim... Ainda que tenda a dizer que não. Que não é.

Também não gosto de nenhuma forma de exclusão. Infelizmente tem-se muitas vezes associado o cristianismo a esta prática. E isso, apesar de ser chato, tem razão de ser... E não vale a pena ir buscar exemplos do passado histórico mais recente e/ou mais distante. Basta olhar para a Casa Branca e para a sua estratégia polí­tica relativa ao mundo islâmico. Basta estar atento às suas declarações. Às expressões que utilizam, aos argumentos de que se socorrem, ao messianismo latente.

Esse é o cristianismo que não me interessa, o cristianismo que não faz jus às suas próprias origens, o cristianismo que não tem futuro. Se é a este cristianismo que se querem referir no preâmbulo da constituição europeia (e é-o provavelmente no caso de Paulo Portas, que provavelmente também gostaria de ver uma referência, na nossa constituição, à nossa senhora de fátima, que, por sinal, é nome árabe!!!), sou, sem dúvidas, contra! E acompanhar-te-ei, só, nessa cruzada. Mas, na verdade, esse não é um cristianismo europeu.

Aliás, acompanhar-te-ei com gosto nessa e noutras cruzadas. Mas não me peças para te acompanhar na impossível defesa do injustificável mau gosto do aspecto exterior do novo estádio do Sporting! Alvalade XXI é bem mais feio que as Amoreiras, mas numa coisa tens razão: já faz parte da cidade! E que pena tenho que faça parte da zona da cidade que escolhi para viver...

UM NASCIMENTO

A Júlia nasceu. A filha da Mónica e do Paulo e irmã do Francisco nasceu ontem. Mãe e filha estão bem de saúde! Depois do nascimento do Lucas (da Joana e do Nuno, em Março), é caso para se dizer que a Cibertúlia cresce! :) - um fenómeno único nos blogues portugueses! E até ao fim do ano, teremos mais novidades neste capítulo!

23.6.03

H2O

A Cibertúlia tem falado dela.

Sempre de forma encoberta, velada por vezes sem mesmo reparar que é dela que fala.
São marujos e avisos à navegação, secas e cheias, piscinas olímpicas e casas de banho.
E no entanto ela está sempre presente neste discurso.

Sem água somos nada.

O Saraiva (o do Expresso não o nosso) fala esta semana do destino Português e do mar.
Quem vai ao mar avia-se em terra, Europa & Atlântico eis a questão. Fica no ar.
O Dr. Mário Soares fala de água e de serviço público, de bens comuns e de livre acesso, no fundo fala de cidadania neste ano Internacional da Água.

Bebamos um trago num só fôlego.

Até breve

Zé Manuel Salvado

AVISO À NAVEGAÇÃO

Os blogues estão na moda. Os blogues vieram para ficar. O Pedro Rolo Duarte zurziu nos blogues, os blogues zurziram nele. O Público fala deles hoje no seu destaque e explica um pouco mais deste mundo. A Cibertúlia não é citada (eheheh), mas também já está indexada nas duas principais «portas de entrada» - blogo.no.sapo.pt e blogsempt - para a blogosfera portuguesa.

A Cibertúlia promete ir olhando para este mundo. Sem esquecer o outro.

TRÊS NOTAS

VAMOS PARA A PISCINA. As forças de OCUPAÇÃO do Iraque (que é como quem diz os americanos) continuam a sua árdua tarefa de «instaurar a liberdade» naquele país: agora, despejaram a selecção iraquiana de natação da única piscina olímpica em Bagdad, para os soldados usufruirem do fresquinho da água nos seus momentos de lazer.

HOLLYWOOD NÃO ENTRA NA CASA BRANCA. É um filme delicioso, uma quase paródia. «Três Reis» (vejam aqui mais informação sobre o filme) retrata o pós-guerra do Golfo, versão 1991. Soldados americanos partem à procura de um tesouro escondido de Saddam e deparam-se com a revolta dos iraquianos anti-Saddam a ser esmagada pelos militares fiéis ao regime. Não sabem como acaba? Doze anos depois, claro.

CONTAGEM. Já passaram três meses e quatro dias sem armas de destruição massiva. O Bush ainda não se demitiu, ó Keneth Starr!

20.6.03

FUTEBOL, HUMOR, CALOR.

FUTEBOL NA CASA-DE-BANHO
Nada como o futebol para despertar a modorra destes dias de calor e feriados e pontes. O Zé "picou-se" (saravá!), mas não era para tanto: eu falava de arquitectura, não de futebol. ;)

COMO O HUMOR DÁ CABO DE CINQUENTA EDITORIAIS!
É um humorista de primeira água. Luí­s Afonso no seu «Bartoon» põe veneno na actualidade e em quatro penadas despacha mil e um argumentos, que provocam riso e nos provocam. O olhar proposto nos três últimos dias é genial. José Manuel Fernandes, Luí­s Delgado, Pacheco Pereira & Companhia nunca, mas nunca, conseguirão provar o contrário daqueles três "editoriais"...
Vejam aqui:
O de hoje.
O de ontem.
E o de anteontem.

CALOR. FOGOS.
Chegou o Verão, meu senhores (obrigado, minhas senhoras). Com calor e chamas. O Zé ainda há dias falou aqui disso. O ministro da Administração Interna deve ter ido a banhos.

A verdade está lá fora... algures

No outro dia, estava eu a ver um dos noticiários das 20h de um dos canais portugueses, quando captei uma ideia transmitida por um comentador económico desse mesmo canal, de barbas, meio careca e vesgarolho, não me lembro do nome dele e peço já aqui que ele me perdoe. Defende ele que "[...] em portugal a lei da Oferta e da procura não funciona. Apesar da crise que se instalou, e da perca de poder de compra dos portugueses, os preços não descem. E não descem porque o mercado encontra-se na mão de autênticos carteis, uma vez que as empresas em vez de competir entre si (saudavelmente) coordenam-se (não tão saudalvelmente) originando monopólios..."
Isto dito assim parece mesmo tirado de um discurso parodiado do camarada Cassete Carvalhas, de um qualquer programa cómico, da rádio ou televisão. Ora eu não acredito nisto. Onde já se viu um país moderno, pertencente a uma união também económica para além de europeia, de indole capitalista, onde as leis da Oferta e da Procura não funcionam ?!?!
E no entanto... que as peças até encaixavam, lá isso encaixavam...
"Neo, the Matrix has you..."

Harry Potter.
Hoje, ou melhor amanhã, às 0h00m é editado novo episódio das aventuras de Harry Potter em Inglaterra. Sim, também leio Harry Potter, acho bastante refrescante uma vez que, do meu ponto de vista, as estórias são simples, há os bons, há os maus, e não pretendem, metafóricamente, representar qualquer facto da realizade... e o moral da estória também é fácil de se perceber. O que é porreiro porque escuso de pensar muito...
Agora é claro que só costumo ler por alturas do Natal. Sempre é melhor que as meias e os boxers a que a minha idade me dá direito (e dever) de receber. Saudo, pois, já ter qualquer coisa para pedir de prenda.

É Sexta-Feira...
Sempre achei as sexta-feiras à tarde misticas. Há um "je-ne-sais-quoi"...
E então esta é particularmente destacável de qualquer outra do ano... é dia de ponte(mas eu trabalho... mais ou menos), dia de S. Receber, estão 38 graus em Coimbra, e a Figueira ali ao lado...
Não se iludam! Continuo a parecer extremamente atarefado ao meu computador. Embora tenha passado várias horas da tarde a elaborar este BLOG. É que convenhamos, com uma conjuntura como a de hoje é dificil contribuir para diminuir o fosso de produtividade que nos separa da Europa...
E eu até era gajo para cometer uma loucura e ir mas é às compras... e beber uns finos... mas os preços que não baixam...

Cartoons
Algumas visões do que foi passando por aqui...
Armas de Destruição Massiva no Iraque (I)
Armas de Destruição Massiva no Iraque (II)
Sondagens sobre a guerra nos EUA
Minorias na União Europeia
Os Media e os Tribunais
Oferta e Procura
Harry Potter

19.6.03

ALVALADE XXI

Miguel
Creio que o erro foi meu.
Ainda não me dou bem a blogar ou bloguear.

É verdade Alvadade XXI pode ser feio como as Amoreiras.
Mas já faz parte da cidade.
Tanto mais que tem as contas e os prazos em dia.
Coisa que o penico da Luz não se pode orgulhar.

Zé Manuel Salvado

18.6.03

FOGO NO BLOGUE

Não sei se é um hacker ao ataque, um erro meu de administrador-novato nestas lides ou um ar que se lhe deu: o "post" do Zé Salvado sobre os fogos que chegaram mais cedo (aqueles nas florestas, não os outros que assolam as matas de Felgueiras e a selva da Casa Pia) desapareceu!
Zé, volta! Queremos mais fogo teu.

ZÉ, ESSE MOURO.
Em compensação, está em linha um delicioso texto sobre os mouros e a constituição europeia, também do Zé.

CASA-DE-BANHO EM ALVALADE
Disseram-nos que seriam lindos, únicos. É verdade: o estádio de Alvalade XXI, versão Tomás Taveira, é o único estádio do mundo que é uma gigantesca casa-de-banho! Leiam hoje o Eduardo Prado Coelho: «O meu desgosto», diz ele.

17.6.03

VERDADES E MENTIRAS

1. A VERDADE DA MENTIRA
Uma mentira tantas vezes repetida torna-se verdade:
- quatro em cada dez americanos não se deram conta de que não foram encontradas no Iraque armas de destruição massiva;

- apenas 59 por cento dos inquiridos sabem que não foram encontradas armas de destruição massiva, 34 por cento pensam que os militares do seu país descobriram essas armas e sete por cento não têm a certeza se elas chegaram a ser encontradas ou não;

- 22 por cento dos inquiridos pensam que o Iraque usou armas químicas ou biológicas contra os soldados americanos, enquanto 9 por cento não têm a certeza se elas foram usadas ou não;

Podem ver aqui o estudo. Luís Delgado, José Manuel Fernandes e outros não são directores de jornais americanos, mas se calhar muitos portugueses responderiam da mesma maneira.

2. A MENTIRA DA VERDADE
Há um estudo, insuspeito de simpatias pelos movimentos de esquerda (antes que o Pacheco Pereira zurza neste blogue, eheheh) - e que foi noticiado pelo Público - revelador de muitas "certezas" que vão caindo por estes dias.
Assim, eis algumas breves conclusões, que ajudam a entender a invasão do Iraque pelo Saddam:
- «Portugal entre os que mais ajudam os países pobres». Nos dois últimos lugares estão os Estados Unidos e o Japão.

- «a ajuda que é dada para a construção de uma estrada na condição do país receptor contratar uma empresa do país dador para a construir é penalizada»: a reconstrução do Iraque-destruído-pelos-soldados-de-Bush e agora reconstruído pelos amigos do Bush diz-vos alguma coisa?

- «os dados utilizados para o estudo incluem as relações comerciais, as preocupações ambientais, o investimento, as políticas de imigração e a participação em forças de manutenção da paz». Os EUA só têm uma boa pontuação nas relações comerciais...

- «são penalizados o apoio a regimes corruptos»: os EUA, claro!

3. DEUS E A EUROPA
Depois do que disse Paulo Portas, volto a ser «ateu»: é melhor não ter uma referência a Deus num texto como a Constituição Europeia...

4. FOGOS
Ainda bem que esta Cibertúlia tem gente tão diversa. Os fogos trazidos pelo Zé ajudam a perceber outras coisas importantes nos nossos dias. Pena que ninguém ligue muito a estas outras coisas. Continuem todos.

5. PASSARAM TRÊS MESES SEM SE ENCONTRAREM ARMAS DE DESTRUIÇÃO MASSIVA!

15.6.03

EUROPA

Tenho andado a pensar nisto de cristianismo, europa e constituições.
Efectivamente a Europa tem uma matriz cultural que assenta no cristianismo.
Deste modo Mértola não é Europa.
A Mesquita de Córdova e a Alhambra de Granada não são patrinómio cultural da Europa.
Todo o sul de Itália será excluído, assim como a Bulgária, a Turquia e a Bósnia ????
Não me parece !!!!
Mas não é disso que se fala, o que se fala e discute é de uma "inclusão" da questão religiosa no texto base que define a União Europeia.
Qualquer inclusão deste tipo promove a exclusão de qualquer outro tipo de referência religiosa ou cultural.
E eu efectivamente tenho um receio muito grande por tudo o que leva à exclusão.

Beijos e abraços deste protojudeumoçoárabeporvezescristãonovo

Por S'Tiago e aos mouros

Zé Manuel Salvado

13.6.03

ESTÁ TUDO LOUCO?

Está tudo louco?

“Eu faria uma conferência de imprensa em que dizia que estava a ser vítima de uns pulhas, por razão da minha função pública, e que acreditava que a justiça do meu país, os magistrados do meu país, iam saber detectar essa situação a tempo. Mas, se não soubessem, eu tinha de presumir pela sua incompetência e teria de classificá-los, do meu ponto de vista, no mesmo rol daqueles que estavam a montar a cabala"...“Obviamente que a forma como foi pedido à Assembleia que autorizasse a prisão do deputado Paulo Pedroso, se ela viesse a ser necessária e se viesse a mostrar adequada é um cheque em branco que a Assembleia não devia dar"
Guilherme Silva em Público, 13 de junho
caso Felgueiras é um caso estritamente político e tem apenas e só por base testemunhos falsos» «Eu não fugi à justiça, saí livremente do meu país»...
ela própria....em horário nobre

E ficamos a saber o que fazer quando não se concorda com o sistema de justiça, o código penal ou, eventualmente, a constituição.
Qualquer cidadão que não concordar com as investigações em curso, com os tramites antigamente "normais" de um processo deve, se se considerar inocente-- mas tem mesmo de se considerar inocente!------, recusar-se a compactuar na farsa da justiça e escolher ele próprio alternativas para esclarecer o povo da sua própria inocência. Seja no Café central, na sua paróquia, no pasquim da aldeia ou noutro meio a que tenha acesso. Podemos ainda considerar os duelos como boa alternativa desde que, o individuo escolha as armas. Tem aínda direito a 5 minutos de assento na assembleia da república para poder bater desenfreadamente com os pés no chão mostrando assim de maneira sublime o seu desacordo. Em última análise pode até encomendar um texto ao Manuel Alegre, que até à época de cheias que inunda o seu quintal aínda tem tempo para isso. (Podemos aproveitar e sensibilizar o M. A. para as cheias (secas, incêndios, etc...) que afectam os outros quintais...)

Francamente,
Miguel

11.6.03

EUROPA

Olá pessoal!
É verdade que no meio de tantos processos, juízes, arguidos e testemunhas (abonatórias ou não), é difícil prestar atenção às coisas importantes. Ainda bem que o Miguel vai estando atento e nos leva a reflectir sobre assuntos interessantes como o da referência ao cristianismo no preâmbulo da constituição europeia.
É um assunto mais interessante, mais importante e sobretudo mais complexo do que parece à primeira vista... Eu também andei com a petição do PRE às voltas, a pensar se deveria ou não assinar... Tal como o Miguel, não assinei. Tal como terá acontecido ao Miguel, por razões diferentes das do Pacheco Pereira!
De facto, tendo a valorizar positivamente os conceitos «tradição jacobina e "progressista"», «positivismo e racionalismo» e «francês». Sobretudo quando a eles se refere o Pacheco Pereira! Mas a verdade é que hesitei em condenar "radicalmente" a proposta referência à herança da tradição cristã. Simplesmente, acho eu!, porque negar a influência do cristianismo na tradição europeia é fechar os olhos. E por se fechar os olhos, também se vai enchendo o inferno.
De qualquer forma, o problema do Pacheco Pereira é não saber retirar conclusões da referência que quer introduzir no tal preâmbulo (estas frases com a palavra "introduzir" soam sempre mal!). A inclusão (muito melhor!) da referência ao cristianismo no preâmbulo da constituição europeia só vale a pena se servir para, no futuro, impedir o apoio europeu (da nova e da velha europa) a ataques pouco cristãos a outros povos soberanos, ainda que eles sejam muçulmanos! Se for só para encher o olho, então prefiro que não invoquem o nome de deus em vão! Ainda que tal proposta nasça no Vaticano e possa ser apoiada até por «agnósticos» que defendam «a separação da Igreja e do Estado».
Haja quem nos governe!


A ver se funciona...

Eis-me pois recente aderente a esta nova forma de CiberTuliar... Vou fazer este Post só para ver se funciona e vou dar uma vista de olhos por estas coisas de BLOG's... (Nada como um desafio prático para finalmente fazer o que há muito tinha prometido a mim mesmo "Saraiva, assim que puderes tens que ir ver o que afinal é aquilo dos BLOG's....")...

Entretanto, claro está, prometo ir mandando umas cerejas... que são como as opiniões... Um gajo puxa de uma e vem logo três agarradas... ou será como as vaginas?... já não me lembro...

Saraiva.

8.6.03

FREUD NOS BLOGUES

Olá amigos...

Isto dos blogues tem que se lhe diga! Ainda estou à descobrir este mundo. E é preciso ter cuidado.
Se o do Pacheco Pereira, Abrupto, é inteligente - apesar de discordar em 90 por cento com o que ele escreve -, há outros que são um "perigo". Há mesmo um que se define como «filo-americano, anti-comunista, feito por um católico». Eu apetece-me escrever ao contrário: anti-bush, anti-totalitarismos, e católico com muitas dúvidas. Mas tenho de ter cuidado: o Pacheco diz que os católicos progressistas são o estertor do marxismo. O homem, de facto, tem um problema freudiano qualquer!

Miguel Marujo

6.6.03

TRIBUNAIS ENTUPIDOS

Na espuma viscosa destes dias, mais um tribunal pediu o levantamento de imunidade parlamentar a um deputado, no caso Edite Estrela. Por alegado «abuso de poder». Motivo: uma foto e um texto "eleitoral" num boletim municipal, pagos com dinheiro dos contribuintes [para quem quiser ler a notícia, clique aqui].

Os tribunais de todo o país já se preparam para ir ao cesto dos papéis buscar os boletins municipais publicados em anteriores actos eleitorais.

Na Madeira - com o inefável Jardim e lacaio Jaime Ramos - prevê-se um entupimento do sistema judicial.

5.6.03

A Cibertúlia no lugar onde pertence

Ora aí está! A Cibertúlia no lugar onde pertence... um weblog!
Depois do Pacheco Pereira... agora nós!
Vamos a isso! Quando o assunto me despertar interesse não abdicarei de mandar umas postas.
Abraços!

DEUS NA CONSTITUIÇÃO EUROPEIA

Ora bem... de que vamos falar?
Retomemos o espírito cibertúlico.

Li hoje no Público uma peça bastante polémica, do Pacheco Pereira, de que retiro um naco: «Deixo aqui de parte a polémica sobre se a Constituição devia ou não incluir o nome de Deus, mas, se neste "preâmbulo", se pretende fazer uma síntese das grandes correntes civilizacionais da Europa, a ausência do cristianismo só pode ser ideologicamente motivada. Percebe-se melhor o sentido dessa ausência pela valorização directa do papel daquilo a que se chama as "correntes filosóficas do Século das Luzes". Não é difícil reconhecer a vulgata da Revolução Francesa, como fundadora da contemporeneidade da história, tal como é descrita pela tradição jacobina e "progressista" do positivismo e racionalismo francês.
Eu sou agnóstico e defendo a separação da Igreja e do Estado, mas conheço o pouco de história necessária para saber que a Europa, enquanto unidade política, é muito mais um resultado do cristianismo do que de qualquer outra coisa.»

Fecho a citação [texto completo aqui].

Confesso que há dias me apeteceu assinar uma petição contra qualquer referência "cristã". O texto é do Partido Radical europeu - e está disponível no site deles. Mas, hoje, depois de ler o Pacheco fiquei com dúvidas. Até que ponto invocamos a laicidade da Europa para fugirmos ao medo de assumirmos uma identidade que nos é própria - no caso a cristã, para quem é cristão.

Fica o desafio cibertúlico. Prometo ir falando.

Ritmo decente

Olá, olá!

Fico contente pela reactivação deste espaço. Vamos lá ver se haverá condições para lhe imprimir um ritmo decente. Pela minha parte, farei o que puder.
Obrigado, Miguel, pela iniciativa.
Beijinhos e abraços.

Diogo Pinto

Uma pergunta

Cumprimentos a todos.
Só para colocar uma questão vamos falar de quê ?????

Saudosismos

Oi Cibertulicos,

Normalmente estes saudosismos não são do meu agrado... mas neste caso parece-me uma optima ideia!

Saudações a todos, em particular ao eterno dinamizador deste espaço: Marujo

Beijos e Abraços (cada um apanhe o que lhe aprouver),

Jorge Barreiros

Dois avisos à navegação

1. Parece que a ideia está a pegar. Mas só agora consegui convidar a primeira leva de amigos. Devem SEGUIR AS INSTRUÇÕES de um e-mail bilingue que vos enviei. Só depois podem escrever coisas. Se não o fizerem apenas podem ler.

2. A Cibertúlia resumia-se a uma coisa simples. Para aqueles que não o sabem ou não se recordam. Pegávamos numa notícia do dia (ou em várias) e comentávamos livremente as mesmas. A ver se daqui a uns tempos conseguimos fazê-lo noutro ritmo.

4.6.03

boa ideia

Olá a tod@s.

Boa ideia, Miguel!

Beijinhos,

Ana Rita.

Saudação

Olá! Isto parece ser giro! Vamos ver se percebo alguma coisa...
Beijos. Gigi

em teste

Caros Amigos, ainda estou em teste, se lerem isto, menos mal
JB

A CIBERTÚLIA, LEMBRAM-SE?

Amigas e Amigos

Lembram-se daquele espaço de debate de ideias que nasceu há uns anos via e-mail? Em que debatíamos mil e uma coisas?, das muito importantes àquelas que não interessavam nem ao Menino Jesus (bem, talvez a nós...). Tento ressuscitar esses dias, aqui: no maravilhoso mundo dos blogs, com o velho nome - Cibertúlia. Como não percebo nada disto, vou tentando apurar e acertar as coisas. Digam coisas.